quinta-feira, 9 de abril de 2009

O MÉRITO É DE TODOS

Reginaldo de Oliveira
Site pessoal - www.reginaldo.cnt.br
E-mail - reginaldo@reginaldo.cnt.br

Publicado no Jornal do Commercio em 09/04/2009 – Manaus/AM - Pag. A3
www.artigo04.rg3.net


A cultura grega foi a que alcançou o maior desenvolvimento intelectual na antiguidade, tanto que seus reflexos chegaram até os dias atuais. A religião grega tinha uma curiosa particularidade: não havia sacerdote e as pessoas não se preocupavam com a salvação da alma. O politeísmo era uma fonte de amplificação da compreensão das coisas do mundo. Por isso os gregos eram tão avançados. Cada deus carregava em si uma lição moral ou interpretação dos fenômenos da natureza e da vida. Tal paganismo suscita a idéia de que o mundo divino era povoado por uma equipe de deuses, cada um com sua função e simbolismo. A expansão da grande religião monoteísta consolidou a figura da entidade detentora da única verdade. Como as divindades são reflexos dos anseios humanos, essa unicidade cognitiva teve como conseqüência o fechamento dos centros nervosos e criativos, levando a humanidade aos porões do obscurantismo. Uma das conseqüências foi o fortalecimento da figura do herói e salvador, um arquétipo que se incrustou no inconsciente coletivo resultando na supervalorização do líder e a neutralização do trabalho dos liderados.

Os registros históricos estão repletos de exemplos da força transformadora dos grandes líderes, homens visionários que protagonizaram revoluções grandiosas, sendo que os historiadores costumam ignorar aqueles que operacionalizaram as idéias revolucionárias. O líder e os seus liderados são indissociáveis quando atuam em conjunto, assim como oxigênio e hidrogênio formam a molécula da água. Se os dois forem separados, o propósito deixa de existir.

A figura do líder carrega uma aura que atrai para si os holofotes deixando os demais na sombra. Por esse motivo é que todos querem ser chefes, visto ser esse o único meio de uma pessoa ter as suas qualidades reconhecidas. Esse conceito pode comprometer drasticamente o desempenho de uma equipe, já que em vez de se concentrarem no objetivo comum, as pessoas se empenham na missão de ocupar o cargo principal. O chefe, por sua vez, concentra suas forças na construção de trincheiras para defender seu território. Essas atitudes rocambolescas acabam consumindo a valiosa energia que deveria ser aplicada na boa condução das responsabilidades que abraçaram.

Cada membro da equipe é uma fonte inesgotável de possibilidades, sendo que o alinhamento de forças pode levar a um impressionante ganho de produtividade. O líder deve catalisar as habilidades dos seus liderados numa espécie de alquimia sinérgica a fim de potencializar o desempenho do grupo. Quando a idéia do compartilhamento dos méritos for difundida e as pessoas acreditarem que terão seu lugar no pódio, elas concentrarão as suas mais potentes energias nas incumbências do seu cargo, assim como fizeram os gigantes guerreiros do lendário Leônidas na Batalha das Termópilas. No caso específico desse fato histórico, o grupo se destacou mais que seu comandante, tanto que o filme que os homenageou chama-se 300. Esse é um edificante exemplo de propósito moral. Outros tantos feitos históricos são marcados apenas pela figura do protagonista.

Há pouco mais de um mês conheci um exemplo interessante do poder das equipes de alto desempenho numa empresa de consultoria contábil. Na Delta existe um senso de uniformidade onde cada membro é um micro gestor. O conhecimento não fica concentrado no chefe até porque o trabalho é caracterizado pela interdependência dos integrantes da equipe. A diretoria conclama seus colaboradores a participar da gestão da empresa através de sugestões para melhorar o desempenho do negócio e cria oportunidades para quem quiser se pronunciar. Outra característica marcante é que a empresa é capitaneada por uma mulher que comanda com sabedoria um contingente expressivo de colaboradores, na sua grande maioria mulheres. A hegemonia feminina produz importantes resultados. As mulheres são naturalmente mais caprichosas e têm uma grande capacidade de comunicação e percepção, ao passo que muitos homens costumam se comunicar uns com os outros através de resmungos. Além do mais, as mulheres de alto nível profissional deixam o ambiente mais leve, charmoso e agradável.


Um comentário:

  1. Uncommercial advertisement! Just for once: plain honest no nonsense spam making no pretense being something else, with a real message and an sound errand. See Window Mirror and find out.

    666; The Final Solution; and the Claim

    http://winmir.blogspot.com/

    I am not anyone. I am unique.

    - Peter Ingestad, Sweden

    ResponderExcluir

Sua mensagem será publicada assim que for liberada. Grato.